20 janeiro 2006

Os ETs de Varginha

Há exatos 10 anos, em 20/jan/96, vários fatos estranhos mudariam para sempre a história de minha cidade natal. Era sábado, bonito e ensolarado, após um baita temporal que desabou na noite de sexta. Eu ainda morava aqui (hoje moro de novo, após 8 longos anos em Sampa) e estava, pra variar, na casa de minha ex-noiva. Perto do meio-dia chegou seu irmão caçula falando de um "bicho estranho" visto por três garotas. Não fosse o nada convencional tráfego de veículos militares pelo centro da cidade eu não teria dado muita atenção ao papo.

Até o 'Fantástico' da semana seguinte e a reportagem sobre o 'caso' eu não tinha ouvido o termo 'ET'. Até então era só um "bicho estranho". E confesso que não dei muita atenção ao caso apesar de gostar, desde criança, de Erich Von Däniken, Spielberg e afins. Pô, como eu iria imaginar que o 2º mais importante 'contato imediato' da história aconteceria aqui, tão pertinho? "ET de casa não faz milagre".

Mas esse fez! De repente a minúscula Varginha (então com uns 90mil habitantes) estava na mídia do mundo todo. Experimente buscar por imagens de "Varginha" no Google, por exemplo. Das 20 primeiras, apenas 5 ignoram o ET. Na busca normal, os 4 primeiros resultados são de páginas escritas em inglês. Falando do ET. Garanto que 99% das 488 mil páginas com a palavra "Varginha" só falam disso. Até a Wikipédia tem um artigo sobre o "Varginha Incident".


Não posso garantir que esse bichinho feio e fedorento realmente esteve por aqui. Eu não vi. Mas também não tenho nenhum motivo para desconfiar da história, muito pelo contrário. É um conjunto muito estranho de fatos para ser só uma "mentirinha - uma brincadeira/bobeira de crianças". E não falo só dos fatos exaustivamente narrados pela mídia e pelos trocentos sites que citei. Conheço outros testemunhos de gente que, por vários motivos, não gostariam de "aparecer" com tal história.

Esse é um dos nossos problemas. Não aqueles que optaram pelo silêncio. Falo daqueles que não perderam a chance de "aparecer". Varginha de repente ficou lotada de "oportunitas sem senso de oportunidade".

Explico: se Varginha estivesse em São Paulo (como deseja a Microsoft) - digo, no sentido de ter a "vocação empreendedora" que caracteriza a grande maioria das cidades daquele estado - eu garanto que hoje seria feriado municipal. A semana inteira teria sido de festas, shows, festival de cinema 'Sci-Fi', hotéis abarrotados de ufólogos, festeiros e afins.
Garanto que hoje Varginha teria uns 200 mil habitantes (e não os centos e poucos mil atuais), 25% deles ganhando a vida diretamente com o "ET". Um imenso parque temático (espaço aqui não falta) e uma quase infinita gama de "produtos licenciados" garantiriam um PIB 10x maior que o atual.

Mas não. Nos últimos 10 anos Varginha se deteriorou. O centro da cidade ficou pobre, feio e sujo, apesar da resistência de alguns belos sobrados. Nosso calçadão parece uma versão miniaturizada da 25 de Março em Sampa, perfumado com cheiro de fritura velha. Agora tem briga de gangs na festa de São Sebastião e assaltos a mão armada em plena luz do dia. Varginha empobreceu. Varginha pegou o câncer que condena nossas grandes cidades. Sei que não se trata de um fenômeno local. Mas Varginha, ao contrário de todas suas vizinhas, foi a única a ganhar um presente dos céus! Mas, pelo que eu saiba, nem os espertinhos conseguiram alguma grana decente.

Ainda dá para reverter o quadro. Dada a longevidade de nosso 'incidente', creio até na possibilidade de ainda aprendermos a tirar proveito dele. Mas parece que é mais fácil acreditar no ET do que em tais possibilidades.

4 comentários:

Anônimo disse...

Legal, né?
Só que 1996 foi a 10 anos atrás e não a 20 anos como vc disse...

Paulo Vasconcellos disse...

Sério que ainda não estou em 2016!?!?
Sorry.. já foi corrigido.

Gabriel disse...

Olha Paulo, Bixuistranhu eu não sei se tem mas Bixobom (como diria Didi Mocó) , isso Minas Gerais tem e muito. Tem mina até no nome.
Por causa dos amigos (e uma micareta) acabei conhecendo Alfenas e aproveitei pra visitar a casa de parentes onde nunca tinha ido. Devia ter ido antes.
Resultado: fui abduzido.

Anônimo disse...

Pessoal ETs não existem, muito menos ai em Varginha!
Parem de dar importância para esse assunto e vão trabalhar, só assim a cidade vai crescer!